terça-feira, 23 de outubro de 2012

T1 - E6: Fórmula de Compasso


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

T4 - E5: Harmonia III (Modulação e Tonicalização I)






- Modulação e Tonicalização:

              -  Processos semelhantes, para um fenômeno musical comum (mudança de tom, em momentos curtos ou longos de uma progressão fundamental, podendo ou não retornar a tonalidade inicial).

             - A diferença entre os dois é que a modulação tem uma cadência ("V - I", "viiº - I" e derivados) que confirma a nova tonalidade, enquanto que a tonicalização carece dessa confirmação, e apenas sugere a mudança, sem contudo efetivá-la.


- Para identificar uma modulação:

     1º:   Localizar, na progressão fundamental, o acorde com algum acidente/alteração que não faz parte da tonalidade inicial.
             
    2º: Observar os acordes posteriores a ele e analisá-los, de forma  a construir progressões fundamentais (tais como I - ii - V - I e suas respectivas variações). Este processo ajudará a descobrir para qual tonalidade se modulou.

    3º: Uma vez descoberta a progressão acima citada (no 2º passo), descobrir o acorde pivô da modulação. O que é "acorde pivô"? É o acorde que servirá tanto para a tonalidade inicial, como para a tonalidade que se modulou. Este acorde estará, em todos os casos, antes do acorde que contém alterações. 

            4º: Para cifrar o acorde pivô, fazemos da seguinte forma:   I |    (Ex.: em Dó,   I , onde Fá Maior é a nova tonalidade, e o "V" é o seu grau).                                       I=X: IV                               I=F: V
                                                                                                     
    5º (ocasional): se houver mais de um acorde com alterações fora da tonalidade inicial, repetir o processo citado acima.






domingo, 7 de outubro de 2012

T1 - E5: Ligadura e ponto de aumento

  • Existem dois tipos de ligaduras: 
  • Ligadura de expressão – envolve notas de alturas diferentes e indica uma maneira de específica de tocar para o músico. 
  • Ligadura de prolongamento – envolve duas ou mais notas subsequentes de mesma altura – soma os tempos das figuras de valor que estão ligadas.
  • Um ponto de aumento, escrito ao lado de uma figura de valor, soma a sua duração com a metade do valor da nota. Exemplo: mínima com ponto de aumento = uma mínima (a própria figura que está escrita) ligada a uma semínima (metade de seu valor).
Para estudar:

- Página 39 do Teoria da Música, de Bohumil Med (4ª ed.)
- http://www.youtube.com/watch?v=JRwZ7yglHDA